quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

eu só pretendo um dia ter uma retina reflex,

e ser uma tentativa humana de contemporaneidade sempre.
mas não importa o que eu tome, o que eu ponha nos olhos. sempre vai serenar agonia pela frente para parecer anos 60.



Era dela

Ela trouxe no bolso
Um quilo de tempo
2 litros calmos
Dieta de metros

5 azuis.
Pensei. Era pós-moderna.

2 comentários:

André disse...

e aí a gente segue sempre fantasiando sobre eu, na prova de que imaginação demais faz mal. mas minha fez de te dizer - relax, que reflex ou não tu é poeta.

Livia M. disse...

Pós-modernidade me lembra o cantídio.